Alexandre de Moraes ordena bloqueio de redes sociais de críticos do STF


Foto: Reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou o bloqueio de perfis em redes sociais de sete investigados de disseminação de notícias falsas contra a Corte. A decisão, sigilosa, diz que as mensagens publicadas são de “conteúdo de ódio e subversão da ordem”. Os suspeitos também foram alvos dos mandados de buscas realizados nesta terça-feira (16) pela Polícia Federal nos estados de Goiás, São Paulo e no Distrito Federal.

A ação tem origem do inquérito instaurado pelo presidente do STF, ministro Dias Toffoli, no último dia 14 de março, que apura a disseminação de fake News, denunciações caluniosas e ameaças que atingem os ministros e seus familiares.

Segundo divulgado pela Veja, uma das postagens publicadas nas redes sociais contra o STF foi publicada por um policial civil de Goiás.

“O nosso STF é bolivariano, todos alinhados com os narcotraficantes e corruptos do país. Vai ser a fórceps”, diz um dos textos do agente.

Em outra postagem, o investigo diz que se é possível fechar a Corte, tendo como exemplo o que ocorreu no Peru.

“O Peru fechou a corte suprema do país. Nós também podemos. Pressão total contra o STF”, escreveu.

Justiça

Recentes

25 setembro, 2019
O que o Congresso ressuscitou na Lei de Abuso de Autoridade

Listamos todos os pontos da Lei de Abuso de Autoridade que foram ressuscitados pelo Congresso ao derrubar os vetos de Jair Bolsonaro.

24 setembro, 2019
Presidente da Câmara dos EUA anuncia abertura de processo de impeachment contra Trump
em Mundo

Ele teria pedido para presidente da Ucrânia ajudar seu advogado a investigar filho de Joe Biden, principal pré-candidato democrata e seu possível adversário em eleição presidencial.

16 setembro, 2019
Romário terá de pagar R$ 408 mil de aluguéis atrasados no Lago Sul

A decisão, de primeira instância, é da 7ª Vara Cível de Brasília do TJDFT e se refere à mansão onde o senador morou, na QL 24

09 maio, 2019
TSE arquiva investigação de abuso de poder econômico contra Haddad

O colegiado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira (09), por unanimidade, arquivar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), movida pelo deputado Kim Kataguiri

Por Cristiano Lima
09 maio, 2019
Maia solicita alterações em decreto de Bolsonaro sobre armas e munições

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), nesta quarta-feira (09), que sejam modificados trechos do decreto do presidente Jair Bolsonaro

Por Cristiano Lima