TSE arquiva investigação de abuso de poder econômico contra Haddad


Foto: Reprodução

O colegiado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira (09), por unanimidade, arquivar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), movida pelo deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) contra o ex-candidato à presidência da República, Fernando Haddad (PT-SP). Processo acusava o petista de crime de abuso de poder econômico.

Kim alegou na ação, protocolada em dezembro de 2018, que a campanha de Haddad havia feito uso da de caixa dois, tendo em vista que houve “gastos em valor elevado sem declará-los corretamente em sua prestação de contas”.

O processo dizia também que o petista teria encomendado pesquisa eleitoral sob o valor de R$ 1.202.006,00. Despesa essa que não foi declarada nas contas da campanha.

Porém, o ministro Jorge Mussi, relator da ação, disse que relatório da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa) do TSE confirmou que confirmou a regularidade nas despesas da campanha de Haddad. Ao todo, foram dois registros. Um no valor de R$ 769,5 mil e outro de R$ 432,4 mil, nos dias 10 e 22 de outubro do ano passado.

“A procedência dos pedidos há de se fundar em conjunto probatório que demonstre a efetiva ocorrência do ilícito e sua inequívoca gravidade para macular a regularidade do pleito”, afirmou Mussi.

Os demais ministros acompanharam a decisão do relator.

Câmara dos Deputados Justiça

Recentes

25 setembro, 2019
O que o Congresso ressuscitou na Lei de Abuso de Autoridade

Listamos todos os pontos da Lei de Abuso de Autoridade que foram ressuscitados pelo Congresso ao derrubar os vetos de Jair Bolsonaro.

24 setembro, 2019
Presidente da Câmara dos EUA anuncia abertura de processo de impeachment contra Trump
em Mundo

Ele teria pedido para presidente da Ucrânia ajudar seu advogado a investigar filho de Joe Biden, principal pré-candidato democrata e seu possível adversário em eleição presidencial.

16 setembro, 2019
Romário terá de pagar R$ 408 mil de aluguéis atrasados no Lago Sul

A decisão, de primeira instância, é da 7ª Vara Cível de Brasília do TJDFT e se refere à mansão onde o senador morou, na QL 24

09 maio, 2019
TSE arquiva investigação de abuso de poder econômico contra Haddad

O colegiado do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta quinta-feira (09), por unanimidade, arquivar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE), movida pelo deputado Kim Kataguiri

Por Cristiano Lima
09 maio, 2019
Maia solicita alterações em decreto de Bolsonaro sobre armas e munições

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), pediu ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), nesta quarta-feira (09), que sejam modificados trechos do decreto do presidente Jair Bolsonaro

Por Cristiano Lima
09 maio, 2019
MP que combate fraudes no INSS é aprovada em comissão da Câmara

O relatório do deputado Paulo Martins (PSC-PR) sobre a Medida Provisória (871/19), que combate fraudes e irregularidades no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foi aprovada

Por Cristiano Lima